Fiquei doente, e agora?

Se tem uma coisa que eu não recomendo, é ficar doente ou ter qualquer outro problema que seja necessário ir ao médico. Sim, não é algo que podemos controlar mas, se puder, não vá.

Existem diversos Kupat Holim (plano de saúde), mas os que mais ouço falar são o Maccabi e o Clalit. O que recebi do programa é o Clalit.

Por aqui, você não vai direto para o hospital na maioria dos casos. Existem algumas pequenas clínicas espalhadas. Para a minha sorte, tenho uma perto de casa.

IMG_20170405_075154

A primeira vez que eu fui, foi porque eu queria fazer alguns exames de rotina. Chegando lá, foi difícil encontrar alguém que falasse inglês. No fim das contas, nessa clínica existem duas recepcionistas, uma médica e um moço que eu não sem bem o que faz, que sabem falar inglês.  Conseguir um horário com essa única médica é um sufoco.

Os horários de funcionamento são bem estranhos também. Nunca vi clínica fechar para a hora do almoço e depois das 18:00. Espero que ninguém passe mal nesses horários ou durante o Shabat, já que eles não abrem.18554611_1554703427895866_1325352564_n

Uma vez eu fui fazer exames em um lugar que tinha mais cara de hospital do que a clínica – apesar de ser igualmente feio estruturalmente. Foi ainda mais difícil encontrar alguém que falasse inglês ou até mesmo placas. Mas no fim deu tudo certo.

Os médicos que eu passei são bons, e os exames foram feitos bem rápido e sem complicações. O bom é que você nem precisa ir buscar os exames, eles vão direto para o computador do seu médico – family doctor, como eles chamam.

Um dia desses eu estava com dor de ouvido e resolvi ir à clínica sem agendamento e tentar a sorte. Após 1h30 esperando, fiquei 2 minutos na consulta e saí com um remédio para pingar no ouvido. O legal é que eu acho que me estressei tanto na espera que a dor passou e não precisei do remédio.